Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Centro de Tecnologia apresenta Plano de Internacionalização

Notícias

Centro de Tecnologia apresenta Plano de Internacionalização

Capitalizar competências e saberes do Centro de Tecnologia – CT e com isso promover o desenvolvimento sustentável por meio da excelência e interdisciplinaridade em Pesquisa, Ensino e Extensão, com engajamento em escala internacional. Em linhas gerais, este é o objetivo maior da proposta de internacionalização do CT para compor o projeto da UFPB nessa direção.
por publicado: 01/09/2017 11h30 última modificação: 01/09/2017 11h30

Sob o título “Ciência e Tecnologia Aplicada ao Desenvolvimento Sustentável”, o Plano de Internacionalização do Centro de Tecnologia (piCT) atende a uma solicitação das pró-reitorias de Pós-Graduação (PRPG) e de Pesquisa (PROPESQ) com vistas à formatação da proposta da Universidade Federal da Paraíba, a ser encaminhada à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (CAPES/MEC).

O projeto em nível de Centro é coordenado pelo professor Sandro Marden Torres, PhD e assessor de Pesquisa, com a participação determinante dos coordenadores de sete programas de pós-graduação da Unidade.

Na Justificativa da proposta, os números assinalam que esses programas de pós-graduação congregam 140 professores doutores, 21 linhas de pesquisa, 67 laboratórios e 560 alunos entre mestrandos e doutorandos, “atuando em temas diretamente relacionados com as principais áreas estratégicas tanto pela relevância para o parque regional quanto para os principais temas de relevância mundial”.

Um diagnóstico realizado sobre as potencialidades do CT na busca da internacionalização mostra que a Unidade já mantém parcerias com mais de 60 universidades estrangeiras de países como Inglaterra, Espanha, França, Alemanha, Portugal, Itália, Canadá, Japão, Estados Unidos, México, Argentina, Dinamarca, Suíça, Peru, Colômbia, Austrália, Escócia, Irlanda e Malásia.

Outro dado favorável revela que o CT possui “uma das maiores médias de percentual de bolsas Pesquisadores Produtividade em Pesquisa (PQ) nas áreas de Engenharia e Tecnologia do Brasil”. Acrescente-se a isso, mais um fator positivo: o órgão reúne doutores com uma produção de “centenas de artigos em periódicos e congressos, dezenas de teses, dissertações e projetos de pesquisa ligados ao desenvolvimento tecnológico de atividades pertinentes no Estado da Paraíba”.

Com o Plano de Internacionalização, o Centro pretende igualmente incentivar o aprimoramento da indústria regional e setores agregados, promovendo a interação de suas áreas de competência com as necessidades do setor produtivo regional. Essa ação deve gerar respostas “que contemplem inovação e desenvolvimento sustentável com forte impacto internacional”.

No arquivo a seguir, o Plano em detalhes, a partir do elenco de cursos de pós, os departamentos, passando por um resumo do Projeto Básico, justificativa, objetivos, metodologia, resultados esperados e estratégias para alcançá-los, infraestrutura e apoio técnico, além do Cronograma de Atividades e as propostas de cada programa de pós-graduação do Centro de Tecnologia.

.